Cena do filme Perfume de Mulher

O Tango: nos filmes e mais

Como já falamos um pouco sobre a história do Tango, resolvemos trazer um pouco mais sobre como essa dança e música estão presentes no mundo hoje em dia.

O Tango já é parte da cultura mundial e tem até uma data internacionalmente reconhecida para celebrarmos sua existência, no dia 11 de dezembro é comemorado o Dia Internacional do Tango, a data foi escolhida para homenagear dois dos criadores de vertentes do ritmo musical, Carlos Gardel e Julio de Caro.

Festival de Tango
Um dos maiores eventos em torno dessa cultura é o Festival mundial do Tango, que já se tornou um clássico, acontecendo todos os anos em Buenos Aires, desde 2009, com repercussão internacional.
O festival conta com apresentações, competição, filmes, aulas, milongas, feiras, teatro, entre outras atividades culturais. A entrada para as atrações é livre e gratuita, mas é necessário inscrição prévia. Como curiosidade, informamos que em 2021 o festival acontecerá e será online, devido a pandemia do Covid-19.

Há também, uma grande competição no festival, o Mundial de Baile, que é dividido em duas etapas, classificatória e semifinais, com mais de 400 casais participando todo ano nas categorias: Tango de Pista e Tango de Palco.

Tango e a sétima arte
Um dos grandes impulsionadores do Tango, para que ele ganhasse fama mundial, foi a indústria cinematográfica que trouxe o ritmo e a dança argentina para as telonas do mundo inteiro. Há uma lista de filmes que giram em torno do tema ou têm cenas clássicas com coreografias. Alguns deles são: O último tango em Paris, Casque d’Or, O Conformista, Meu último tango, Volver, Uma lição de tango e muitos outros.

E para ficar mais pertinho dessa dança, resolvemos trazer três cenas de Tango em longas metragens:

Filme: Perfume de Mulher (1993)
Al Pacino interpreta um tenente-coronel cego, que mesmo com a barreira da visão, dança “Por una cabeza” de Carlos Gardel, em um restaurante de Nova York.

 

 

Filme: Moulin Rouge (2001)
O filme já é uma grade obra de arte com inúmeros shows de dança e música para contemplarmos, mas dessa vez chamamos atenção para a cena com a coreografia “El Tango de Roxanne”, que traz todo o drama e a força desse gênero.

Filme: Dança comigo? (2004)
Neste romance com Richard Gere, Jennifer López, Susan Sarandon, que gira em torno de aulas de dança, encontramos esta cena onde o tango (desta vez eletrônico) consegue ser elegante e sensual dentro do enredo do filme.

 

São filmes incríveis, alguns considerados clássicos. O que acha de preparar uma pipoca e assistir uma de nossas dicas neste final de semana?

Fontes: www.aguiarbuenosaires.com; www.turismo.buenosaires.gob.ar;
www.exame.com/casual/17-cenas-de-danca-inesqueciveis-do-cinema; www.adorocinema.com;
www.cultura.estadao.com.br/noticias/cinema,uma-selecao-de-filmes-para-homenagear-o-dia-internacional-do-tango,70003121917

bailarinos de tango

Tango, história e curiosidades

Com certeza quando você pensa em aulas de dança de salão, o tango vem a sua mente como uma das danças mais desafiadoras de todas!

Esta dança tem fama mundial, inspirou muitos filmes e é considerada “patrimônio imaterial da humanidade” de acordo com a UNESCO. Por isso, resolvemos trazer um pouco mais da história do tango para vocês!

O Tango é ritmo musical e dança!

Nasceu na Argentina no final do século XIX, a partir da mistura dos seguintes ritmos: polca europeia, havaneira cubana, candombe uruguaio e a milonga espanhola. É uma trilha sonora sincopada, marcada pelos instrumentos musicais violino, piano, contrabaixo, violão e bandoneón, muito influenciada por outras culturas de imigrantes espanhóis, italianos e franceses.

tango 1880

Inicialmente, em 1880, em público dançavam homens com homens. Naqueles tempos era considerada obscena a dança entre homens e mulheres abraçados, sendo este um dos aspectos que o manteve circunscrito aos bordéis, bares, cafés e prostíbulos nos subúrbios de Buenos Aires, para classes menos favorecidas de operários. Apenas algumas décadas depois, ganhou credibilidade em salões, chegando as outras classes sociais.

É uma dança altamente expressiva e dramática, que chama a atenção de muitos por misturar, de maneira única, em uma única coreografia, sensualidade, tristeza e certa agressividade. Segundo Enrique Santos Discépolo, um dos mais importantes autores de letras de tango, “o tango é um pensamento triste que se pode dançar”.

os pasos do tango

A partir de 1920, é dançado em pares com a mulher sempre, um pouco, à direita do homem, têm passos cerrados, marcados em pausas, com o corpo levemente inclinado. Formada por 8 passos principais, a dança é mais fácil do que parece, o mais desafiador é manter a postura e fazer os movimentos com precisão e intensidade, tornando a dança dramática e cheia de olhares.

Da Argentina para o mundo, o cantor Carlos Gardel ajudou na sua popularização, mostrando sua música nos palcos e com o filme “El día que me quieras”. Milhares de pessoas que visitam a Argentina, principalmente sua capital Buenos Aires, fazem questão de ir a casas de show para ver de perto o Tango.

Fontes: infoescola.com/musica/tango; historiadomundo.com.br/idade-contemporanea/historia-do-tango; paixaopeladanca.com.br/surgimento-do-tango-entenda-como-e-onde-comeca-a-historia; todamateria.com.br/tango; ufrgs.br/estudoslatinoamericanos; passobase.com

Search

+