Além disso, a dança pode melhorar a memória, o aprendizado e o equilíbrio.

A dança melhora o funcionamento do cérebro e reverte os sinais de envelhecimento

Além disso, a dança pode melhorar a memória, o aprendizado e o equilíbrio.
As pessoas de idade que participam de uma atividade física de forma frequente, podem reverter os sinais de envelhecimento em seus cérebros.

A diferença dos programas de treinamento tradicionais (dentre outros tipos de exercícios estudados num estudio, conforme vídeo abaixo), a dança foi o, que teve o efeito mais profundo de reversão dos sinais de envelhecimento.

Os estudos mostram que a dança ajuda a combater o estresse, a ansiedade e a depressão.
A prática de diferentes tipos de dança mantém o indivíduo num processo de aprendizado constante que aumenta o tamanho da região do cérebro chamada hipocampo. Essa região normalmente declina com a idade e é severamente afetada por doenças como Alzheimer. O resultado é uma melhora na memória e no aprendizado, além da manutenção do equilíbrio.

Os participantes do estudo foram apresentados com novas rotinas de dança a cada semana. Passos, movimentos com os braços, formações, velocidade e ritmos eram mudados a cada segunda semana para manter os indivíduos num aprendizado constante.

O maior desafio para eles era lembrar as rotinas, somado à pressão do tempo e sem a ajuda do instrutor. Esses desafios adicionais explicam a notável diferença no equilíbrio, muito importante nas pessoas de idade.

Danças de diferentes géneros tem o mesmo efeito, seja jazz, música latina ou dança em grupos.

Num estudo anterior, a dança também foi muito efetiva em pessoas que sofrem de demência.

Ou seja, o exercício físico e mental contribuem para uma vida saudável e aprender diferentes tipos e coreografias de dança, podem rejuvenecer o corpo e a mente, minimizando os diversos fatores de risco e desacelerando os declínios cognitivos, mentais e físicos associados à idade.

Fonte: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fnhum.2017.00305/full

Quer conhecer nosso projeto Alpha? Entre em contato com a Cia pelo tel.: (11) 3773-6660 ou por E-mail: contato@escolaciadasartes.com

Preconceito na dança…

Preconceito na dança…

Os homens também dançam!
E quem disse que não? Desde o início da dança nas cortes no século XIV os homens já dançavam fazendo parte dos casais de um minueto, ou mesmo sozinhos como os “Bobos da Côrte”.

Mikhail Baryshnikov
Nos Ballets de Repertório sempre temos o casal principal, e outros casais, que também fazem parte do contexto, sendo que a presença da figura masculina (independente da escolha sexual) se faz muito importante e necessária.

Hoje em dia os homens dançam vários estilos como o hip hop, sapateado, jazz, contemporâneo, Ballet, stiletto, podendo se expressar através da técnica e do movimento, essa arte tão maravilhosa que é a dança.

Search

+