A delícia de subir ao palco!

A delícia de subir ao palco!

Mmm… mas o frio na barriga, os nervos, o medo de esquecer os passos?

Ah, tudo isso acontece, faz parte. Não é a mesma coisa que ensaiar na sala de aula. No palco, tem luzes brilhantes, o figurino – que nem sempre é tão confortável como o uniforme – e aquele imenso quadro escuro visto do palco, que é a plateia.

Então pense que você treinou muito para chegar neste momento. Que seu colega ao lado é o mesmo dos ensaios. Que a frente, trás, lado é a mesma, não importa que no lugar da platéia, antes era o espelho.

Aproveite cada segundo, porque no palco, o tempo voa! o melhor de si, sorria, represente, dance e transmita o que estiver sentindo.

E se errar? Continue dançando, afinal a platéia não sabe a coreografia 😉

Com certeza ao acabar de dançar, sua ligação com sua turma será mais forte e uma sensação inexplicável de felicidade tomará conta de você: a delícia de subir ao palco!

Break a leg e bom espetáculo!

Quer saber mais da nossa escola? Contate-nos. A Cia das Artes está também no Instagram e Facebook.

Imagem destacada – Espetáculo Aladdin, 2018, fotógrafo Fábio Capretz

Atividade física na vida moderna

Atividade física na vida moderna

A vida moderna atual é agitada, poderia se dizer que não é mais uma tendência: ela já está instalada e vai ficar!
Também é fato que a rotina (ou não rotina) de homens e mulheres, jovens e adultos –todos sem exceção – precisam da atividade física para que o indivíduo possa ter uma vida saudável e plena, no nível físico, mental e emocional.
Conforme o IBGE, a falta de prática esportiva ou atividade física é mais frequente entre as mulheres: duas em cada três não se exercitam.

Mas, quais são as necessidades conforme a idade e como ter sucesso, ou seja, não começar para logo desistir?

Evitar o excesso de peso e a obesidade

Diminuir a probabilidade de desenvolver doenças (ex: cardiovasculares, câncer, diabetes, manter a pressão arterial)

“Domesticar” o estresse

Aumentar a autoestima

Aumentar a concentração

Sociabilização

Sensação generalizada de bem-estar físico e psicológico.

Quais são as necessidades
Segundo a OMS, adultos entre 18 e 64 anos de idade requerem a prática de exercícios aeróbicos durante 150 minutos por semana, em nível de atividade moderada ou 75 minutos de exercícios aeróbicos em atividade vigorosa

Para pessoas acima dos 65 anos, a recomendação é 150 minutos de exercícios aeróbicos por semana em nível de atividade moderada ou 75 minutos de exercícios aeróbicos em atividade vigorosa.

Os adultos mais velhos, com mobilidade comprometida, devem realizar atividade física para melhorar o equilíbrio e evitar quedas em 3 ou mais dias por semana.

Atividades de fortalecimento muscular, envolvendo grandes grupos musculares, deve ser feito em 2 ou mais dias por semana.

Como podemos ajudar
As atividades numa escola de dança muitas vezes seguem um currículo de aprendizado, mas em alguns casos é imprescindível evoluir e oferecer ao aluno uma proposta eficaz para que não desista na empreitada por manter a atividade física entre as suas prioridades. E por isso que nós também nos adaptamos à vida moderna atual agitada e agora oferecemos aulas avulsas que se encaixam no seu dia a dia!

Ligue para o 3773-6660 ou melhor, venha nos visitar, conheça nossa escola e poderemos conversar para formatar o melhor plano de atividade física especialmente adaptado às suas necessidades.

Além disso, a dança pode melhorar a memória, o aprendizado e o equilíbrio.

A dança melhora o funcionamento do cérebro e reverte os sinais de envelhecimento

Além disso, a dança pode melhorar a memória, o aprendizado e o equilíbrio.
As pessoas de idade que participam de uma atividade física de forma frequente, podem reverter os sinais de envelhecimento em seus cérebros.

A diferença dos programas de treinamento tradicionais (dentre outros tipos de exercícios estudados num estudio, conforme vídeo abaixo), a dança foi o, que teve o efeito mais profundo de reversão dos sinais de envelhecimento.

Os estudos mostram que a dança ajuda a combater o estresse, a ansiedade e a depressão.
A prática de diferentes tipos de dança mantém o indivíduo num processo de aprendizado constante que aumenta o tamanho da região do cérebro chamada hipocampo. Essa região normalmente declina com a idade e é severamente afetada por doenças como Alzheimer. O resultado é uma melhora na memória e no aprendizado, além da manutenção do equilíbrio.

Os participantes do estudo foram apresentados com novas rotinas de dança a cada semana. Passos, movimentos com os braços, formações, velocidade e ritmos eram mudados a cada segunda semana para manter os indivíduos num aprendizado constante.

O maior desafio para eles era lembrar as rotinas, somado à pressão do tempo e sem a ajuda do instrutor. Esses desafios adicionais explicam a notável diferença no equilíbrio, muito importante nas pessoas de idade.

Danças de diferentes géneros tem o mesmo efeito, seja jazz, música latina ou dança em grupos.

Num estudo anterior, a dança também foi muito efetiva em pessoas que sofrem de demência.

Ou seja, o exercício físico e mental contribuem para uma vida saudável e aprender diferentes tipos e coreografias de dança, podem rejuvenecer o corpo e a mente, minimizando os diversos fatores de risco e desacelerando os declínios cognitivos, mentais e físicos associados à idade.

Fonte: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fnhum.2017.00305/full

Quer conhecer nosso projeto Alpha? Entre em contato com a Cia pelo tel.: (11) 3773-6660 ou por E-mail: contato@escolaciadasartes.com

Preconceito na dança…

Preconceito na dança…

Os homens também dançam!
E quem disse que não? Desde o início da dança nas cortes no século XIV os homens já dançavam fazendo parte dos casais de um minueto, ou mesmo sozinhos como os “Bobos da Côrte”.

Mikhail Baryshnikov
Nos Ballets de Repertório sempre temos o casal principal, e outros casais, que também fazem parte do contexto, sendo que a presença da figura masculina (independente da escolha sexual) se faz muito importante e necessária.

Hoje em dia os homens dançam vários estilos como o hip hop, sapateado, jazz, contemporâneo, Ballet, stiletto, podendo se expressar através da técnica e do movimento, essa arte tão maravilhosa que é a dança.

Search

+